Agora é oficial: Bitcoin utiliza o protocolo SegWit

Na última semana de Julho de 2017, com 100% de sinalização, foi ativado o protocolo SegWit, que visa aumentar a capacidade de transações da rede Bitcoin movendo as assinaturas para o cabeçalho do bloco e liberando espaço para que os blocos sejam compostos por cerca de 3x mais transações.

Hoje estamos presenciando o lock (trava) do protocolo,  que aconteceu no bloco 479. 808 por volta das 5 da tarde (horário de Brasília) de hoje (08/08/2017). A partir deste momento os mineradores não podem mais voltar atrás sobre a ativação do protocolo.

Os mineradores têm, à partir de hoje, duas semanas para atualizar seus softwares de mineração já que qualquer bloco que não esteja de acordo com o protocolo SegWit será considerado inválido e não será incluído no blockchain, causando perda financeira à quem os minerou.

O Que Esperar?

Como eu expliquei no post anterior, existiam 3 opções para aumentar o limite de transações na rede e consequentemente 3 grupos: os que queriam a ativação do SegWit, os que queriam o aumento do tamanho do bloco e os que tentavam impedir a criação de uma nova moeda sinalizando o protocolo SegWit2x, que ativaria primeiramente o protocolo SegWit e posteriormente faria o hard fork para aumentar o tamanho dos blocos.

Como previsto, tivemos a ativação do SegWit e surpreendentemente a criação de uma nova moeda por parte de um único minerador. Convenhamos que tanto o grupo 1 quanto o grupo 2 estão felizes e por isso não há motivo claro para que aconteça a segunda parte do acordo de Nova York (SegWit2x).

Mesmo assim temos que aguardar para ver qual vai ser o resultado dessa briga política.

Sobre Política

A guerra que estamos presenciando no Bitcoin é uma guerra política. De um lado temos os usuários e desenvolvedores que querem o bem da rede e do outro temos um minerador, Jihan Wu que é dono do maior pool de mineração e fabricante das mineradoras AntMiner, que não se importa com a saúde da rede e sim com seu próprio lucro.

Há cerca de uma semana percebemos um spam na rede Bitcoin. Um ataque que visa aumentar cada vez mais a taxa de transação para que os mineradores tenham lucros maiores. Ontem foi minerado um bloco pelo pool de Wu contendo somente transações com taxas extremamente baixas. Wu quer tornar a rede Bitcoin extremamente cara e lenta para que sua moeda, o BitCash, criada através de um hard fork “forçado” tenha sucesso.

O Ataque

Jihan Wu está criando transações entre suas próprias carteiras utilizando taxas extremamente baixas e minerando suas próprias transações no seu pool, isso faz com que o fila de transações fique congestionada, fazendo com que usuários que tenham pressa em concluir uma transação aumentem as taxas pagas. O algoritmo que controla o valor médio das taxas acaba aumentando o valor mínimo e consequentemente usuários tentando transacionar com taxas realistas ficam com suas transações presas durante vários blocos.

Em Resumo

O Bitcoin é atacado diariamente e o protocolo se mostra cada vez mais resistente. Além disso cada vez que um novo tipo de ataque surge o problema é corrigido na próxima versão do software e aquele tipo de ataque não volta a acontecer.

Apesar de tudo o Bitcoin (BTC) continua sua escalada de preços, batendo hoje a marca dos U$3450 (R$11.400) e o BitCash (BCH) vai se mantendo na casa dos U$300 (R$960).

E nasce uma nova moeda, o Bit(coin)Cash…

O tão temido e esperado dia 01/08/2017 passou e o terremoto que estava previsto para chacoalhar o mundo das moedas digitais não veio como esperado.

A discussão sobre a melhor forma de expandir a capacidade da rede Bitcoin ainda está longe de terminar e muita gente ainda não entendeu o que aconteceu. Por isso resolvi falar um pouco sobre os eventos que vêm acontecendo nos últimos 2 anos.

Continuar a ler “E nasce uma nova moeda, o Bit(coin)Cash…”

Entrevista na Infomoney sobre moedas digitais

Bom dia pessoal, fui convidado para falar sobre moedas digitais na nova série da Infomoney: Moedas na Era Digital.

A série vai contar com 5 capítulos e pretende dar uma introdução ao tema. No primeiro capítulo expliquei resumidamente o que é o Bitcoin, como funciona o blockchain, como são criadas as moedas e o que são os mineradores.

Pra ter acesso à serie é só informar seu e-mail nesta página: http://inf.money/moedasdigitais

Via [Infomoney]